A equipa do Vulcânico Futebol Club, derrotada na primeira jornada do grupo B do campeonato nacional de futebol, efectuou ao longo da semana as correcções dos erros cometidos para o jogo contra o tricampeão nacional, Mindelense, deste sábado.


Lão, treinador do Vulcânico, clube fundado em 1953, e detentor de nove títulos de campeão regional da ilha, disse quinta-feira, após a realização do penúltimo treino, que a equipa está na sua máxima força e a contar com alguns jogadores que não se deslocaram à ilha da Boavista na primeira jornada, indicando que é preciso trabalhar a “mente” para vencer o Mindelense em “casa”.

O Vulcânico realiza esta sexta-feira, a partir das 14:00, o último treino para o jogo de sábado, importante quer para o Vulcânico quer para o Mindelense.
Neste momento, o treinador tem quase todo o plantel disponível, com excepção de Mitchó, a cumprir o segundo jogo de castigo.

Depois de iniciar a prova nacional com uma derrota de 0-3, frente ao Sal-Rei da Boavista, o Vulcânico, no dizer do seu treinador, pretende corrigir a má imagem e conquistar os três pontos frente ao Mindelense, sem esconder que o jogo é difícil.

A formação do Mindelense chega esta sexta-feira à ilha do Fogo e por volta das 17:00 horas realiza um treino de adaptação ao piso sintético do estádio 5 de Julho, palco do jogo a realizar-se no sábado.
A partida vai ser dirigida por um trio misto, das ilhas da Brava (arbitro principal) e de Santiago (dois árbitros auxiliares), sendo que o quarto árbitro é da ilha do Fogo, isto caso o árbitro da Brava consiga se deslocar à ilha do Fogo.

Em termos de prestações nas edições anteriores do campeonato nacional de futebol, o Vulcânico chegou uma vez, no ano de 1999, a fase final do campeonato nacional, perdendo o título para a formação do Amarante, de S.Vicente, classificando-se como vice-campeão de Cabo Verde e uma outra vez chegou às meias-finais da referida prova, sendo que nas restantes apenas participou na primeira fase.

Para o grupo B, além do encontro entre Vulcânico – Mindelense, jogam para a segunda jornada o Académico do Sal – Sal-Rei da Boavista e Académica do Porto Novo – Académico 83 do Maio.

fonte: Inforpress