A equipa do Académico 83 conseguiu hoje a sua primeira vitória na prova, ao vencer, no estádio municipal do Maio, os Vulcânicos do Fogo, por 2 bolas a 0.


Segundo o treinador do Académico 83, Fernando Graça “Nando”, a sua equipa foi um justo vencedor frente a “um bom adversário”, no jogo a contar para a quarta jornada do Campeonato Nacional de Futebol do grupo B, mas estando jogando em casa “tinha o dever de vencer a partida”, pelo que considerou ser uma "boa vitória", motivadora para a sua equipa.


No entanto, o treinador do Académico 83 voltou a afirmar que o calendário feito pela Federação Cabo-verdiana de Futebol prejudicou a sua equipa, tendo em conta que a turma do Maio teve que jogar duas jornadas seguidas foras de porta e só veio a jogar em casa na 3ª jornada num campeonato que considera ser curto, mas de todo modo afiançou que vão trabalhar para dignificar o futebol da ilha.
"Na próxima jornada, vamo-nos deslocar à ilha da Boavista, para defrontarmos o Sal Rei e o nosso objectivo é vencer, sempre, para continuarmos a dignificar o nosso futebol”, conclui.


Por seu lado, o treinador Lão, dos Vulcânicos, disse que a sua equipa estava motivada para conseguir os três pontos frente ao Académico 83, mas tal não foi possível, tendo em conta que desperdiçaram várias oportunidades de golo.
Afirmou que "com uma equipa assim, nenhum treinador pode fazer milagre". De todo o modo, garantiu que vão trabalhar para que na próxima semana possam levar de vencido o seu adversário tendo em conta que vão jogar em casa.
.
O Académico 83 averbou duas derrotas fora de casa, primeiro frente ao Académico do Sal (3-0) e a segunda, no Porto Novo, frente a Académica local (2-0).
No jogo passado, em casa, consegui um empate com o Mindelense de São Vicente (0-0) e hoje consegui a sua primeira vitória e soma assim 4 pontos, enquanto os Vulcânicos somam 3 pontos

Inforpress