O treinador do Mindelense garantiu hoje que tem a equipa na “máxima força” e “pronta para triunfar” no jogo da primeira mão da final do campeonato de Cabo Verde, frente à Académica do Porto Novo, este sábado, no Mindelo.


Rui Alberto Leite, que dirigiu na manhã de hoje o último treino da equipa tricampeã de Cabo Verde, em título, antes do jogo da final, garantiu que a preparação ao longo da semana do Mindelense decorreu de forma normal, com apenas um futebolista lesionado.
“Temos tudo alinhavado para fazermos um bom jogo e um bom resultado na 1ª mão da final, em casa”, salientou o técnico do Mindelense, reconhecendo embora que se trata de duas equipas que já se conhecem “muito bem” e que, por isso, o jogo vai ser resolvido “nos pormenores, nos detalhes”.
“Conto ter futebolistas capazes de fazer essa diferença em determinadas situações”, lançou Rui Alberto Leite, que destacou ainda o factor casa como “superimportante”.
“O público de São Vicente deve ir ao estádio para apoiar, não esperar para reagir, mas sim apoiar para que equipa tenha um incentivo, motivar os futebolistas a fazer melhor”, sustentou, até porque, sublinhou, se o resultado em casa é sempre importante, nada estará resolvido porque a Académica do Porto Novo é também uma “boa equipa, com qualidade”, e tem-no demonstrado.
Explicou ainda que a sua equipa vai tentar fazer o melhor em casa, sendo certo, lembrou, que o Mindelense tem feito bons jogos fora de casa, mas que o pensamento neste momento é exclusivo neste jogo de sábado aqui no Mindelo.
“Depois voltaremos as antenas para o jogo do Porto Novo”, concluiu Rui Alberto Leite.
A final do campeonato de Cabo Verde é a reedição da de há três anos, que o Mindelense conquistou, com uma vitória de 3-0, em São Vicente, na 1ª mão, e empate a dois golos, no Porto Novo, no jogo da 2ª mão.
No percurso do Mindelense na presente edição do campeonato de Cabo Verde, em que os dois finalistas figuraram no mesmo grupo B de qualificação, os tricampeões registaram três vitórias e dois empate nos cinco jogos, na fase de grupos, 11 golos marcados e três sofridos.
A este número junta ainda mais duas vitórias nas meias-finais, frente ao Varandinha, de Santiago Norte, de 4-1, no Tarrafal de Santiago, e de 2-0, no Mindelo.
A Académica do Porto Novo, por seu lado, na fase de grupos, alcançou três vitórias e dois empates, marcou seis golos e sofreu apenas um, a que junta dois empates nas meias-finais frente ao Derby, 0-0 no Porto Novo, e 2-2 em São Vicente.
O Jogo Mindelense – Académica do Porto Novo será dirigido pelo árbitro António Rodrigues, do Conselho Regional de Arbitragem da ilha do Sal, principia às 15:30, no Estádio Adérito Sena, e terá transmissão em directo na TCV.
Fonte: Inforpress