A equipa do Onze Unidos cedeu sábado um empate frente à sua adversária AJac de Calheta no estádio municipal do Maio por 1 bola, no jogo em casa a contar para terceira jornada do campeonato nacional de futebol.


Segundo o treinador Djó di Mariana, a sua equipa jogou em casa e frente ao seu público, mas não conseguiu pôr em prática todo o seu potencial que tem vindo a acontecer nos últimos jogos, pelo que, considerou, o empate não satisfaz o que tinham traçado para esta partida que passava por vencer e continuar na liderança do grupo.
“Temos que saber ganhar e perder, hoje fizemos um empate, mas vamos continuar com a cabeça levantada para continuarmos com o nosso objectivo que é passar à fase seguinte do campeonato nacional”, frisou.
Djó di Marina garantiu ainda que durante a semana vai trabalhar a sua equipa para defrontar a sua adversária Ultramarina de São Nicolau na partida que espera fazer um bom resultado para poder passar de fase.
Por seu lado, o treinador da equipa de Ajac de Calheta de São Miguel, Elvis Gonçalves, disse que a partida foi condicionada pela arbitragem, mas a sua equipa” esteve bem” em campo e fez de tudo para conquistar os três pontos, embora admita que a turma do Onze Unidos teve mais posse de bola durante a partida por ter jogado em casa.
“Mas na segunda parte dêmos um outro sistema ao jogo em que nos possibilitou empatar a partida e que nos agradou e nos motiva para continuarmos a acreditar que vamos passar de fase”, notou.
O golo da turma de Onze Unidos foi apontado por Ponta, enquanto que o tento de empate da turma de Ajac foi marcado por Txiba na etapa complementar da partida.
A equipa do Onze Unidos lidera o grupo A com 7 pontos, Ultramarina de São Nicolau 4, Vulcânicos do Fogo e Ajac de Calheta somam 1 ponto cada.
Fonte: Inforpress