A Associação Académica do Porto Novo venceu hoje, no seu reduto, o Paulense, por 3-0, em jogo a contar para a última jornada do campeonato nacional de futebol e qualificou-se para as meias da competição.


A equipa de Santo Antão – Sul, que foi o melhor segundo classificado da primeira fase do campeonato nacional, marcou através dos avançados Tiwi, Xolote e do médio Levitson, tentos conseguidos todos na segunda parte.
A Académica do Porto Novo, que consegue, assim, a sexta qualificação às semi-finais desta prova nas últimas sete épocas (neste período esteve por vezes na final), recebe, próximo sábado, 24, o Sporting da Praia, o primeiro classificado do grupo C.
Gunga Fonseca, treinador da Académica do Porto Novo, enalteceu a “vitória justa” da sua equipa e reafirmou a candidatura da formação portonovense ao título nacional.
A Académica está a trabalhar para ser campeão nacional, notou Gunga Fonseca, em jeito de comentário da partida, que foi dirigida pelo árbitro Jandir Rocha (São Vicente).
No outro jogo do grupo B, o Mindelense foi à ilha do Sal vencer o Académico, por 2-0.
O Mindelense conquistou o primeiro lugar do grupo B, com 13 pontos, e Académica do Porto Novo ficou em segundo lugar, com 11 pontos.
Os representantes de Santo Antão – Sul conseguiram os mesmos pontos que os Onze Unidos do Maio, o segundo do grupo A, mas obteve o “passaporte” para as meias-finais, na condição do melhor segundo classificado, graças ao maior saldo positivo de golos marcados e sofridos (cinco contra três da equipa maiense).

Fonte: Inforpress