O treinador da equipa do Grupo Desportivo Palmeira (Sal), Kiki Rocha, pediu hoje “máximo empenho” da sua equipa frente ao Mindelense para garantir a passagem à final do campeonato de Cabo Verde, em futebol.


O Grupo Desportivo Palmeira enfrenta o Mindelense para a segunda mão, este sábado, 26, no Estádio Marcelo Leitão, e o técnico lembrou que a primeira mão da eliminatória dá vantagem à equipa são vicentina, por 2-1.
Segundo o treinador da Palmeira, a equipa terá “obrigação” de fazer melhor em sua casa, e confirma, “pela entrega da equipa aos treinos durante a semana”, não ter dúvidas de que a sua equipa fará “um jogo melhor” do que o da primeira mão.
Kiki Rocha adiantou ainda que os erros cometidos na primeira mão foram abordados e que a equipa se encontra ciente dos mesmos.
“São erros que acontecem a profissionais de alto nível, só temos que trabalhar muito em cima deles e, com concentração, ultrapassar todas as maiores ou menores dificuldades que o jogo nos apresentar” explicou o treinador da Palmeira.
O treinador prometeu uma equipa à altura das expectativas dos adeptos salenses e lembrou o facto de, nos últimos oito anos, a ilha do Sal não se ter representado nas meias-finais do campeonato de Cabo Verde.
“Se os aficionados da palmeira já acreditavam, agora toda ilha do Sal acredita que esta poderá ser uma grande oportunidade para mudarmos esse panorama menos bom que toca o futebol salense nos últimos anos, por isso contamos com o apoio de todos no sábado” concluiu, Kiki Rocha, que conta com a equipa na máxima força para o encontro.
Inforpress