O Varandinha, campeão de Santiago Norte, perdeu hoje por 1-0 com o Onze Estrelas da Boa Vista, no jogo a contar para a segunda jornada do Grupo C do Campeonato Nacional de Futebol, disputado no Estádio Municipal do Tarrafal.


A equipa do Tarrafal de Santiago, que participa pela segunda vez na prova e que estava moralizada, depois do empate no jogo inaugural com Celtic (0-0) não conseguiu apresentar o seu futebol e teve um mau desempenho, pelo que a vitória da formação boa-vistense foi “justa e incontestável”.
Os primeiros 45 minutos fora, dominados pelos visitantes da localidade Bufareira, Boa Vista, sendo que Varandinha apenas esteve bem quando Rafa fez um remate que não foi além do poste.
Entretanto, o Onze Estrelas só conseguiu marcar o golo que lhe valeu os três pontos praticamente no final da primeira parte por intermédio de Calú, que foi substituído na segunda parte, através da marcação de um canto.
Na segunda parte, o Onze Estrelas voltou a dominar até o final o jogo, aliás, se não fosse os vários falhanços dos seus jogadores poderia marcar mais golos.
Badou, treinador do Varandinha, reconheceu que a sua equipa “falhou muito” e prometeu trabalhar para melhorar a finalização nos próximos jogos, referindo-se a próxima jornada em que vai se deslocar ao reduto de Oásis do Sal.
O técnico do Varandinha considerou a partida de “grande jogo”, sustentado que a sua equipa reagiu bem ao golo para ver se conseguia, pelo menos, um empate, o que não aconteceu frente ao que apelidou de uma “grande equipa”.
Segundo ele, o Grupo C “é um grupo renhido”, razão que o leva a afirmar que tudo ainda está em aberto para que o Varandinha possa alcançar o seu objectivo.
Lit, treinador do Onze Estrelas, disse que o jogo foi “complicado” tendo em conta que sabiam, de “antemão”, que ia encontrar uma equipa difícil, ou seja, ajuntou, que vieram conscientes das dificuldades, mas com ambição sempre de conseguir os três pontos.
Conforme lembrou, depois da derrota em casa ante o Oásis do Sal, o objectivo da equipa era buscar os três pontos fora, e que este resultado alcançado relança a equipa no grupo.
“O nosso objectivo é passar a fase de grupo, portanto, estamos na luta e agora é focar no próximo jogo com o Celtic da Praia e com os mesmos objectivos, sempre para ganhar”, confessou.
Com o fecho da segunda jornada, o Oásis do Sal lidera o Grupo C com quatro pontos, seguido de Onze Estrelas (3 pontos), Celtic (2 pontos) e Varandinha (1 ponto).
O jogo foi dirigido por um trio de arbitragem que veio da ilha do Sal, sendo o quarto árbitro de Santiago Norte, chefiado por Anacleto do Rosário. A equipa teve um desempenho positivo, tendo neste jogo apontado duas cartolinas amarelas para dois jogadores do Varandinha.
Momentos antes do início da partida a Associação Regional de Futebol Santiago Norte aproveitou para entregar a taça de campeão regional Santiago Norte 2018/19 ao Varandinha, troféu de melhor marcador a Tai de Mimosa (Varandinha) e ao guarda-redes menos batido ao Nanani (Estrela dos Amadores).
Inforpress