O seleccionador cabo-verdiano de futebol, Lúcio Antunes, disse que Cabo Verde assume “claramente o favoritismo” do jogo deste sábado ante Burkina Faso e que a equipa “está bem treinada, bem preparada e moralizada” para conquistar os três pontos.


Em conferência de imprensa, hoje no Estádio Nacional, no final do último treino para este jogo da segunda jornada de qualificação para Mundial Rússia’2018, o timoneiro afirmou que, num grupo equilibrado, o factor casa pode fazer a diferença, pelo que Cabo Verde vai contar com a força do seu adepto para esta missão.
Antunes disse ter analisado três jogos da equipa de Burkina e dos seus jogadores nos campeonatos, de forma individual, porquanto a equipa técnica chegou a dispor do relatório semanal de cada um dos seus jogadores.
Considera que o adversário do próximo embate tem jogadores de qualidade, mas que vale mais pelo seu conjunto, que o mesmo caracteriza de forte, tendo ressalvado inclusive, que na primeira passagem de Cabo Verde pelo Campeonato Africano das Nações (CAN), na África do Sul, a selecção de Burkina foi finalista vencida.
A partir desta altura, a equipa esteve sempre a subir, explicou, acrescentando que “actualmente está muito melhor que Cabo Verde no “ranking” da FIFA e que vem a Cidade da Praia para recuperar os dois jogos perdidos em casa, na jornada inaugural, frente a África do Sul.
Por isto, considera que a equipa crioula preparou bem este jogo e que vai explorar os pontos fracos de Burkina para atingir os seus intentos, ao mesmo tempo que desvaloriza a picardia no treino de hoje entre os selecionados Babanco e Jamiro, com o argumento que se trata de algo normal que acontece em todas as equipas e selecções.
Cabo Verde x Burkina Faso conta para a segunda jornada do Grupo D de qualificação para Mundial’2018 e vai ser dirigido por uma equipa de arbitragem da Mauritânia.
No outro jogo deste Grupo D de qualificação africana para Mundial’2018, a África do Sul recebe o Senegal, líder desta poule.
Fonte: Inforpress