O seleccionador nacional Lúcio Antunes disse hoje que Cabo Verde portou-se à altura  do “ grande adversário “ que é a África do Sul   e que os jogadores se encontravam “focados no jogo e na vitória”.


Em conferência de imprensa após a vitória por 2-1 frente aos Bafana Bafana, nome por que é também conhecida a selecção da África do Sul, Lúcio Antunes considerou que esta vitória foi importante, mas lembrou que a” jornada é dupla”, referindo-se ao jogo da próxima terça-feira, 05, a contar para a quarta jornada deste Grupo D.
“Esta vitória só terá sentido se conseguirmos ganhar também na África do Sul”, considerou o seleccionador nacional, ressalvando que esta vitória “já faz parte do passado” e que agora a equipa tem que focar no próximo jogo.
Sobre a partida de hoje, disse que a equipa a equipa fez uma “belíssima exibição”, admitindo que houve alguma ansiedade e pressão, o que segundo  Lúcio Antunes,  acontece com todas as equipas, após de uma  série de derrotas de casa.
Mesmo assim considerou que os jogadores estiveram bem, “controlaram o jogo” e que   os sul-africanos não tiveram grandes oportunidades de golos.
“O mais importante é que nós saímos daqui com os três pontos, África do Sul tem quatro, e esperamos que no jogo de amanhã entre o Senegal e Burkina Faso haja um empate”, prognosticou, Lúcio Antunes, prometendo tentar   a vitória no próximo jogo.
A comitiva cabo-verdiana viaja na noite de hoje para a África do Sul, via Dakar (Senegal), onde na próxima terça-feira, 05  vai  completar esta  dupla jornada com  os sul-africanos, em jogo referente à  quarta jornada do Grupo D de qualificação ao Mundial Rússia’2018.
Inforpress