O treinador da África do Sul, StuartBaxter,  disse no final da derrota por 2-1 com Cabo Verde que   sabia das complicações para esta partida, mas avisou que no próximo jogo os cabo-verdianos podem esperar um jogo “bastante difícil”.


“Sabíamos que teríamos dificuldades natural para o jogo e Cabo Verde pelos jogos que fez com Senegal e Burkina Faso demonstrou que não é uma má equipa”, notou Stuart Baxter, em conferência de imprensa.
E sobre a partida, disse que a sua equipa começou bem, tendo controlado os primeiros 20 minutos e que com o golo de empate de Cabo Verde houve um “bloqueio mental” dos seus jogadores.
“Começamos bem o jogo, controlamos os primeiros 20 minutos, marcamos um golo, mas quando sofremos o golo de empate   parece que houve um problema mental com os jogadores não conseguiram reagir e não conseguimos fazer um bom jogo”, analisou o treinador sul-africano.
No entanto, para o próximo jogo disse que espera “melhores respostas” dos seus jogadores, sublinhando que Cabo Verde deve esperar um jogo “bastante difícil”.
A comitiva cabo-verdiana viaja na noite de hoje para a África do Sul, via Dakar (Senegal), onde na próxima terça-feira, 05 vai completar esta dupla jornada com os sul-africanos, em jogo referente à quarta jornada do Grupo D de qualificação ao Mundial Rússia’2018.
Inforpress