A equipa de arbitragem liderada pelo egípcio Grisha Ghead já se encontra no país para dirigir jogo de sábado entre Cabo Verde e Senegal, da quinta jornada do Grupo D de qualificação africana para o Mundial’2018.


Cinco anos depois, Grisha Ghead volta a dirigir um jogo da selecção de Cabo Verde, desta feita em casa, e terá como árbitros assistentes Achik Redouane, dos Marrocos, e Ahmed Ali Waleed, do Sudão, sendo quatro árbitro Maarouf Eid Mansour Mohamed, do Egipto.
De acordo com informações da Federação Cabo-verdiana de Futebol, também o comissário da FIFA e parte de delegação senegalesa, liderada pelo vice-presidente da Federação Senegalesa de Futebol, já se encontram na Cidade da Praia.
O jogo realiza-se sábado, às 16:30, no Estádio Nacional, na Cidade da Praia.
Esta partida conta para 5ª jornada do Grupo D, que Cabo Verde lidera juntamente com Burkina Faso, ambas com seis pontos, seguidas do Senegal, com cinco pontos, e da África do Sul com apenas um ponto.
O Senegal deve jogar três jogos, com a decisão da FIFA de mandar repetir o África do Sul – Senegal, já que, a 12 de Novembro de 2016, o árbitro ganês da partida foi considerado culpado pelo organismo internacional por ter manipulado o resultado.
Inforpress