Desde a época 2011/12 que Nélson Veiga está em Marrocos a representar o Kawkab Marraquexe. Aos 38 anos, o defesa ainda não decidiu quando vai pendurar as chuteiras mas agora surgiu um dado que pode conduzir ao final da carreira de jogador.

O Kawkab Marraquexe fez uma abordagem, ainda informal, junto de Nélson Veiga para perceber a disponibilidade do atual capitão para ser o treinador a partir da próxima época.

O ex-internacional cabo-verdiano ainda não deu qualquer resposta até porque recebeu propostas de outros clubes marroquinos, mas para continuar a jogar futebol.

Nélson Veiga iniciou a carreira no Estoril, na década de 90, seguindo-se o V. Setúbal e Naval. Em 2006/2007 mudou-se para Chipre, primeiro para representar o Omonia e depois o AEK Larnaca. O regresso a Portugal deu-se com a camisola do Aves - ainda vestiu a camisola do Atlético - até que voltou a emigrar, desta vez para Marrocos.


O Kawkab Marraquexe luta pela permanência na 1.ª Divisão, estando neste momento no 14.º lugar, com 22 pontos em 22 jogos.
Fonte: record