Faleceu nos EUA o futebolista cabo-verdiano Armando Maria da Silva Spencer. Este nasceu no Mindelo, em São Vicente, Cabo- Verde, em 1935, onde na sua juventude jogou na Académica do Mindelo. Spencer já estava internado há algum tempo no Jersey Shore Medical Center, em Nova Jérsia, com problemas cardíacos.


Spencer, que jogava na posição de avançado como extremo esquerdo, e era considerado rápido e muito habilidoso, mudou-se para Lisboa, com 20 anos, para iniciar uma carreira como profissional.
Durante 15 anos, sobretudo na década de 60, jogou em clubes como Vitória de Guimarães, Farense, Coruchense, Farense e Olhanense. No final da carreira, mudou-se para os Estados Unidos, onde treinou vários clubes da comunidade portuguesa e cabo-verdiana.
A Associação de Futebol de Nova Jérsia considera-o "um dos mais bem-sucedidos treinadores de futebol amador" que o Estado já teve. A mesma organização nomeou-o para a lista de notáveis deste desporto no estado em 2005, uma honra apenas concedida a três outros atletas nesse ano.
Spencer começou por treinar o Bristol Sport Club, em Massachusetts, que disputava o campeonato LASA, na altura a única liga semiprofissional do país Depois de se mudar para Newark, treinou o Sport Newark e Benfica, o Newark Beira Mar e o Sport Clube Português, equipa com a qual venceu o primeiro campeonato da Luso Internationals Sports Association (LISA). Terminou a carreira de treinador no Marítimo Murtoense.
Como treinador, foi um dos grandes impulsionadores do futebol juvenil na comunidade através do Ironbound Boys & Girls Club.
Fonte: Jornal de Noticias