Neste final de semana, Edvaldo Ferreira, jovem internacional cabo-verdiano, de 20 anos, completou o ultimo jogo da temporada da liga norte-americana dos colégios comunitários (Instituições de ensino superior cursos técnicos de dois anos), a NJCAA, ao serviço da sua escola, a Rhode Island Comunnity College (CCRI), uma das maiores dos Estados Unidos com mais de 18 mil estudantes, e fechou um ciclo dourado na sua carreira de jogador, sendo mesmo referido como um dos melhores de sempre da história da CCRI.


Já na época 2015/2016, de estreia no basquetebol da National Junior College Athletic Association (NJCAA), Valdo surpreendeu os norte-americanos com o seu talento tendo registado incríveis médias de 17 pts, 14,2 ressaltos e cinco blocos por partida.

Ele, inclusive, terminou a época como líder da liga NJCAA em ressaltos e blocos, um incrível feito para um jogador que nem é dos mais altos, com aproximadamente 1,93m e que joga na posição 3 (extremo).

Este ano Valdo comprovou a sua consistência com números em praticamente tudo idênticos aos da época passada e liderou os CCRI Knights para um recorde de 20 vitórias e 9 derrotas na época regular. Performance que valeu aos Knights a qualificação para o torneio play-off de apuramento à fase nacional, que acontece no mês de Março.

As oito melhores equipas das 24 regiões e três divisões que compõem o campeonato da NJCAA apuram-se para a fase final.

A fase play-offs ocorreu no passado final de semana em Niagara county, Nova Iorque e Valdo e os companheiros, entraram como sexto neste ranking de seis equipas da referida divisão. Os Knights até começaram bem e deixaram para trás a Erie (5º do ranking) com o score 94 x 71. Mais uma vez Valdo brilhou e contribuiu para o resultado positivo com 19 pts e 15 ressaltos e cinco blocos.

No dia seguinte, sábado, 04 de março, os Knights foram batidos pela equipa número um e anfitriã do referido torneio, a Niagara County. Resultado 70 x 59 a favor da equipa da casa. Mesmo assim o jovem internacional cabo-verdiano foi um dos mais esclarecidos da sua equipa com mais um duplo-duplo, 10 pts, 11 ressaltos e um bloco.

Edvaldo Ferreira prepara-se agora para dar o salto para uma universidade (curso de quatro anos) e dar seguimento à sua formação superior em Administração de negócios/Empresas, ao mesmo tempo que pretende seguir a carreira no basquetebol no mais prestigiado e ainda mais competitivo campeonato da NCAA, liga universitária norte-americana.

Felizmente, as prestações nas salas de aula têm correspondido às exibições na quadra e são várias as universidades que já manifestaram interesse em contar com o talento de Valdo em troca de uma bolsa escolar.

“O Basquetebol foi sempre muito importante para mim e é graças ao basket que estou a conseguir estudar num país muito caro e estou a ter a oportunidade de ter a melhor educação possível”, diz o jogador que conta com uma bolsa atleta.

Fonte: DGD