Jordan Neves, karateca de origem cabo-verdiana do KC Differdange e da seleção luxemburguesa da modalidade, foi eleito na sexta-feira o melhor desportista do Sportlycée (liceu do desporto) pelo quarto ano consecutivo, escolha que teve a confirmação por parte dos responsáveis da Federação Luxemburguesa de Artes Marciais (FLAM).


Apesar de ter feito uma excelente época a nível nacional e internacional, marcada pela conquista de alguns títulos e pódios em várias competições, Jordan Neves disse ao Contacto que “não estava muito confiante” quanto à atribuição deste prémio porque, sublinhou, “estavam também em liça excelentes atletas de outras modalidades”.

Apontado como um dos expoentes máximos do karaté no Grão-Ducado, Jordan regozijou-se pela distinção mostrando grande satisfação, mas também a humildade que caracteriza os grandes atletas: “Todos os prémios e distinções, sejam individuais ou por equipas, representam uma motivação muito grande para mim. Agradeço aos treinadores, dirigentes e colegas que me têm ajudado a evoluir como karateca e ser humano. Esta distinção é-lhes dedicada também”, recorda.

Apesar de as férias estarem à porta, Jordan Neves continua concentrado nos próximos objetivos. Para o Campeonato do Mundo que se disputa em Outubro, em Espanha, o jovem de origem cabo-verdiana mostra-se bastante empenhado em “dar tudo” para fazer boa figura.

“Estar na maior competição mundial com os melhores é um grande desafio e por isso a preparação tem de ser perfeita”, diz o karateca que já espreita, a médio prazo, uma possível participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio, já que o karaté, para sua grande satistação, vai fazer parte das modalidades olímpicas em terras do sol nascente pela primeira vez.
Fonte: contacto