Djaniny sagrou-se ontem, pela segunda vez, campeão da primeira divisão mexicana de futebol, pelo Santos Laguna.


O clube do internacional cabo-verdiano empatou a uma bola no jogo da segunda mão da final, a finalíssima, com o Toluca.

Santos Laguna, que tinha vencido o jogo da primeira mão por 2-1, sagrou-se assim campeão pela sexta vez em sua história.

O avançado de 27 anos, natural de Santa Cruz, foi o melhor marcador da prova com 16 golos.