Poucas horas antes do jogo com o Penafiel, Fábio Fortes, avançado do Arouca,  soube que a mãe está em morte cerebral, após ter tido um aneurisma cerebral durante a semana.


Ainda assim, o cabo-verdiano quis jogar, apesar do treinador Quim Machado ter ponderado a possibilidade de não o utilizar.

No final, o atacante saiu em lágrimas e foi confortado pelos companheiros de equipa.

"Quero deixar uma palavra para o Fábio Fortes. Ele teve uma semana difícil pela doença da mãe e mostrou em campo que é um campeão. Esta vitória é para ele", afirmou Quim Machado, na conferência de imprensa após o encontro com o Penafiel.
O Arouca está de regresso às vitórias, com o  triunfo  de 2-0 sobre o Penafiel.