Depois de Steven Fernandes Pereira, defesa-central do MVV Maastricht, da segunda divisão da Holanda, agora é a vez de Alvin Fortes a reclamar da falta de trabalho de scouting de jogadores na Holanda pela Federação cabo-verdiana de futebol (FCF).


“Nunca vi ninguém da Federação cabo-verdiana de futebol a fazer scouting de jogadores em Holanda.”, disse o médio do FC Oss da Eerste Divisie, segunda divisão holandesa de futebol, numa mensagem enviada ao criolosports.com.

“Gostaria de ter a chance de ser visto e possivelmente representar a seleção nacional”, concluiu o jogador que já teve passagens pelo PS Kemi Kings (primeira divisão da Finlândia), RKC Waalwijk (segunda divisão holandesa) e Vitesse (primeira divisão da Holanda).

Contactado pelo criolosports, o presidente da Federação cabo-verdiana de Futebol (FCF) Victor Osorio, afirmou que a FCF tem feito um trabalho de scouting na Holanda e outros paises onde podemos encontrar futebolistas cabo-verdianos e descendentes.

“Neste momento estão já referenciados muitos jogadores que jogam no campeonato Holandês. Na lista há também "suíços", "ingleses" e "franceses". Estamos a negociar um particular em fevereiro para os lançar.”, afirmou o dirigente.