Com 18 anos, estreou-se pelos Tubarões Azuis na derrota de 2-1 frente a Guine Conacri, em jogo amigável de preparação para a dupla jornada de qualificação para o CAN frente ao Ruanda.


Gilson Benchimol Tavares, nascido em Cabo Verde, a 29 de Dezembro de 2001, que foi chamado pelo selecionador nacional Pedro Brito, “Bubista” para substituir Júlio Tavares, dispensado dos trabalhos da seleção para tratar de assuntos relacionados com a sua recente transferência para o Campeonato da Arabia Saudita, entrou aos 34 minutos da segunda parte, para o lugar de Lisandro Semedo, autor do golo de Cabo Verde.

Estreia absoluta na seleção A do ponta de lança, cujo a primeira chamada aos Tubarões Azuis deve-se ao bom início da época que tem feito com o seu clube. Tem sido um dos grandes destaques da equipa do Estoril Praia, que está a competir na Liga Revelação (sub-23) de Portugal.

“Muito feliz pela chamada á seleção de cabo-verde e pela estreia. São um grande grupo e equipa com grande qualidade. Agradeço a forma que me receberam na equipa, dos jogadores á equipa técnica. Foi uma honra servir esta camisola!! Ansioso por mais”, escreveu o jogador na sua conta pessoal do Instagram.

Gilson Benchimol Tavares conta com 1 golo marcado em 4 jogos ao serviço dos Mágicos Sub23 nesta temporada.

Na época 2019/20, destacou-se com 26 golos em 20 jogos ao serviço do Damaiense na competição AF Lisboa 1ª Divisão Juniores.A Sub-19, ajudando a clube na conquista do título.
ADP
CrioloSports