Futebol Maio: Figueirense actual campeão regional vai ser o grande ausente da época futebolística 2023/24



A nova direcção da equipa de Figueirense, que assumiu recentemente a liderança dos destinos da referida agremiação da ilha do Maio, pauta por não participar no campeonato regional da época futebolística 2023/24.



Conforme assegurou o novo dirigente do Figueirense, Eleutério Cardoso, a questão financeira, assim como o factor tempo estiveram na base da decisão da participação nesta época futebolística.

Eleutério Cardoso indicou que a aposta vai ser na reestruturação da sede da equipa, que, neste momento, carece da colocação do tecto e apetrechamento de alguns imobiliários, com vista a servir a comunidade local.

“Como é sabido, participar no campeonato no caso de uma equipa como Figueirense, que nos últimos anos tem apostado em vencer o título não custa menos de que 2 mil contos, o que neste momento não temos disponível, além disso assumimos a direcção há bem pouco tempo”, informou.

Sublinhou, por outro lado, que pretendem dar mais atenção à questão social, ambiental e cultural na localidade de Figueira, que, segundo defendeu, carece urgente de ser trabalhada, tendo em conta que existem sectores e camadas sociais que passam por alguma vulnerabilidade.

Eleutério Cardoso disse estar ciente de que esta decisão pode não cair no agrado dos sócios e adeptos da equipa, frisando que alguns, principalmente os que pagam quota e que residem no estrangeiro, já manifestaram isso mesmo, no entanto ressalvou que estão a explicar os motivos desta decisão.

Quanto à população, Eleutério Cardoso fez saber que já reuniram algumas vezes, tanto com os sócios como adeptos para justificarem a decisão, e garantiu que muitos já entenderem, lembrando que até então estão à espera da transmissão da pasta dos documentos por parte da direcção anterior, a fim de conhecerem a realidade das coisas.

Deixou a promessa de que no próximo ano vão participar no campeonato regional de futebol de forma ainda mais organizada, contando com a colaboração dos sócios e adeptos que incansavelmente têm participado de uma forma ou outra para que a equipa tivesse a visibilidade que conseguiu ganhar.

Eleutério Cardoso contou, por outro lado, que pretendem erguer uma escola de iniciação de futebol, com vista a preparem os jovens locais para também tirarem proveito de bolsa jovens atletas.

O entrevistado da Inforpress enfatizou que já estão a organizar as actividades alusivas à festa de Cristo Rei, que se celebra este mês naquela localidade com a realização de varias actividades e intercâmbio com grupos vindos da ilha de Santiago para poderem angariar fundo para a cobertura da sede e não só.

A agricultura também vai constar das áreas em que a nova direcção quer dar o seu contributo, ajudando os produtores a se organizarem e tirar maior proveito desse sector, não obstante da criação de gado que também tem um certa expressão naquela localidade sul da ilha do Maio.

WN/ZS

Inforpress


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.