Futebol São Nicolau: Diferendo entre a Associação Regional e Câmara da Ribeira Brava condiciona início do campeonato



Um diferendo entre a Associação Regional de Futebol e a Câmara Municipal da Ribeira Brava sobre a utilização do estádio Di Deus, pode condicionar o início do Campeonato Regional de Futebol.



Em causa está a coincidência da data do início do Campeonato Regional de Futebol de São Nicolau e actividades desportivas enquadradas nas celebrações do Dia do Município da Ribeira Brava.

Em declarações à Inforpress, o presidente da ARFSN, Carlos Vieira, avançou que há mais de um mês que a Associação agendou o início do campeonato para o dia o2 de Dezembro, contudo, nos últimos dias, foram informados pela autarquia que o estádio não estaria disponível.

Segundo o responsável, a Câmara Municipal tinha agendado o seu torneio para os dias 5 e 6 de Dezembro, mas que a vereadora do Desporto contactou a ARFSN solicitando o adiamento do início do campeonato, para que o torneio do município fosse realizado durante o final de semana, proposta que foi recusada pela associação, alegando indisponibilidade no calendário.

“Para o nosso espanto a câmara entregou uma nota à associação, afirmando que o estádio Di Deus não estaria disponível para receber o campeonato, porque vão realizar actividades do município, pelo que já informamos aos clubes e aos árbitros que também não estarão autorizados a participar do torneio da câmara”, acrescentou.

 

Por isso, Carlos Vieira afirma que o início do campeonato poderá ser condicionado, e que provavelmente serão realizados apenas os jogos previstos para o estádio Orlando Rodrigues, no Tarrafal.
Em reação, o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Brava, José Martins, acusou o presidente da ARFSN de tentar “bloquear o torneio quadrangular das festas do município” e a aconselhar os clubes para não participarem do torneio.

O edil vai mais longe e acusa Carlos Vieira de “politiquices” e de estar a agir de “forma politica” e de “atacar” constantemente a edilidade.

“Tínhamos agendado inicialmente o torneio para 5 e 6, mas os clubes alegaram dificuldades em competir durante os dias da semana, por isso resolvemos antecipar o torneio para 2 e 3, até porque a câmara, enquanto proprietária do estádio, nunca recebeu da associação nem um pedido e nem calendário para realização de jogos no estádio”, esclareceu o edil.

Esta situação está a provocar um certo desconforto no seio dos atletas e clubes que pedem diálogo entre as duas instituições para que o problema seja ultrapassado.

WM/JMV
Inforpress


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.