Mundo: Queniano, Kelvin Kiptum, bate recorde mundial da maratona


O desporto mundial conheceu domingo um novo astro. Kelvin Kiptum, de apenas 23 anos, tornou-se no novo recordista mundial da maratona masculina ao percorrer a prova de Chicago (EUA) com o tempo de 2h00min35s, menos de um ano depois de fazer a estreia oficial.


O feito é impressionante não só pelo facto do atleta ter melhorado em 34 segundos o antigo recorde, tornando-se o primeiro homem a correr uma prova oficial na casa de 2h00min, mas também porque Kiptum o fez aos 23 anos.

A maratona é, tradicionalmente, uma prova para atletas experientes, que requer uma preparação muscular e treino de ritmo de corrida de muitos anos.

"Estou muito feliz. Não estava preparado. Um recorde mundial não estava na minha mente”, disse Kiptum, que superou o tempo do bicampeão olímpico Kipchoge, que tem 2h01min09 na maratona.

Kiptum foi campeão em Chicago 3min27 à frente do compatriota Benson Kipruto, enquanto o belga Bashir Abdi terminou em terceiro com 2h04min32.

Essa foi apenas a terceira maratona que Kiptum correu na vida. Quando estava no quilómetro 35 dos 42km da prova, o queniano disse que pressentiu que podia bater a marca das 2 horas.

"Olhei para o relógio e disse: 'deixe-me tentar, talvez consiga correr menos de duas horas. Sabia que um dia seria recordista mundial'”, afirmou.

Na estreia em maratona, no ano passado, Kiptum correu a prova em Valência, na Espanha, em 2h01min53, terceiro melhor tempo da história. Neste ano, na Maratona de Londres, terminou em 2h01min25, segundo melhor de todos os tempos. Agora, Kiptum é o melhor da história.
JDA


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.