Afrobasket’2021: Selecção de Cabo Verde está focada no apuramento na Tunísia – seleccionador


A selecção cabo-verdiana de basquetebol entrou hoje no seu 10º dia de estágio no Pavilhão do Tarrafal para os trabalhos da segunda e decisiva fase do apuramento para o Afrobasket’2021 com a comitiva focada na qualificação na Tunísia.


Depois de mais um dia de intenso trabalho, os 11 pré-seleccionados com quem Emanuel Trovoada, também conhecido como Mané, trabalha diariamente neste sistema de bolha, situação imposta pela FIBA/África para evitar o contágio da covid-19, nota-se um clima de “grande competitividade” entre os jogadores em busca de uma vaga para Tunísia, palco dos jogo da segunda fase.

Entrevistado pela Inforpress, Emanuel Trovoada enalteceu a qualidade e a entrega dos jogadores, nacionais e internacionais, e a forma como tem estado a decorrer os trabalhos, para mostrar-se convicto em como Cabo Verde tem todas as condições para superar a concorrência na Tunísia e tornar-se numa das  16 melhores selecções africanas.

Mané disse que toda a equipa já está mentalizada e focalizada nos trabalhos para melhor dignificar Cabo Verde, de tal modo que a três dias do término persiste ainda a dúvida quanto aos atletas a serem convocados para a deslocação a Tunísia, alegando mesmo que neste estágio “não há titulares garantidos”.

A equipa cabo-verdiana tem viagem agendada para Tunísia para o próximo domingo, pelo que Mané pretende seleccionar cinco ou seis jogadores deste estágio do Tarrafal, para juntar neste país da Magrebe a outros tantos que militam nos clubes da Europa, de modo a concentrarem para ultimar as estratégias para a prova que se realiza de 17 a 31 do corrente.

Em relação aos atletas que ainda se encontram fora do País, Mané explicou a Inforpress que todos trabalham em simultâneos nos seus clubes e no plano de trabalho da seleccção nacional, mas que Cabo Verde “vai forte para garantir a qualificação”.

Cabo Verde está inserido num grupo com os combinados nacionais do Egipto, Ruanda e Marrocos, ocupa actualmente o terceiro lugar, posição que dá acesso à fase final do Afrobasket’2021 a ser disputado em Ruanda.
SR/AA
Inforpress


Print   Email