A equipa do Botafogo goleou este sábado no estádio 5 de Julho o Cutelinho dos Mosteiros por 5-0, e a Académica perdeu frente ao Vulcânico por uma bola a zero no arranque do campeonato regional de futebol do primeiro escalão, época 2017-18.


No jogo da abertura a formação do Botafogo demonstrou cedo que queria ganhar a partida marcando logo aos quatro minutos por intermédio de Célio depois de receber a bola de um colega e rematar forte de fora de área.
A formação dos Mosteiros tentou reagir, mas todas as investidas eram travadas pela formação do Botafogo que viria a chegar ao golo no minuto 45 do primeiro tempo na conversão de uma grande penalidade assinalada pelo árbitro auxiliar e Ady, chamado a converter, fez o 2-0.
Na jogada anterior ficou por assinalar uma grande penalidade a favor do Cutelinho que poderia dar outro rumo ao jogo.
A segunda metade começou de forma mais equilibrada, mas aos 23 minutos o árbitro voltou a assinalar uma grande penalidade a favor do Botafogo já que o avançado Kutchutcha foi derrubado na área e o mesmo jogador converteu a grande penalidade e aumentou a vantagem para três a zero.
No minuto 36, Célio de cabeça fez o quatro a zero e cinco minutos depois o mesmo jogador aumento o placar para 5-0, tendo o mesmo feito o primeiro hatrick da época 2017-18.
Há muito que a época do Botafogo não teve um início da temporada como esta e já fez saber que vai discutir o título com os outros candidatos.
Na segunda partida da tarde disputada no estádio 5 de Julho, a formação da Academia, que na semana passada perdeu por 3-4, no jogo da supertaça, recebeu o bicampeão regional o Vulcânico e vencedor da supertaça.
A primeira parte foi disputada basicamente no meio campo e sem grandes oportunidades de golos, embora Ka do Vulcânico por duas vezes, ao minuto 23 e 32, podia fazer melhor e colocar a sua equipa em vantagem, enquanto Académica, por intermédio de Sy, podia também marcar no minuto 41 do primeiro tempo que terminou com um empate a zero.
Na segunda parte a Académica surgiu mais solta e com vontade de conquistar os primeiros três pontos, tendo Sy desperdiçado hipótese de golo aos cinco minutos, e aos 17 minutos o guarda-redes Molesa do Vulcânico, brilhou na baliza evitando o golo.
No minuto 18 Sy em boa posição para fazer o golo demorou o remate e permitiu a intervenção do defesa Mané a cortar para a linha do fundo tendo o mesmo jogador da Académica desperdiçado aos 24 minutos outra hipótese de golos.
Na sequência de uma jogada de conta ataque do Vulcânico e na tentativa de ajudar os seus companheiros de defesa, Sy, jogou a bola com o braço dentro da área e o árbitro da partida assinalou e bem uma grande penalidade que foi convertida por Ka e que valeu os três pontos para o Vulcânico.
À passagem do minuto 33, Sy que já tinha visto cartão amarelo, foi expulso com vermelho directo por palavras dirigidas ao árbitro da partida na sequência de uma jogada que os jogadores da Académica pediram grande penalidade por um jogador do Vulcânico ter jogado a bola com a mão dentro da área, mas que o árbitro, próximo da jogada, teve entendimento contrário.
Depois do golo e com mais um elemento em campo a formação do Vulcânico passou a fazer o antijogo com jogadores a queimar o tempo e a conservar o resultado e nesta pratica o guarda-redes Molesa ainda provocou no minuto 45 a expulsão do jovem jogador da Académica, Amilton.
Nos sete minutos de compensação a formação da Académica não conseguiu evitar a derrota, a segunda frente ao Vulcânico no espaço de uma semana, sendo a primeira para a supertaça e a segunda para o campeonato regional.
No único jogo realizado nos Mosteiros, o Atlético, que estreia no campeonato do primeiro escalão, empatou a um golo com Valencia de São Filipe.
Resultado parcial dos jogos da primeira jornada Botafogo 5 x Cutelinho 0, Académica 0 x Vulcânico 1 e Atlético 1 x Valencia 1. A jornada é completada domingo com os jogos ABC x Nova Era e Spartak x No Pintcha, ambos no estádio 5 de Julho.
Inforpress