O Vulcânico derrotou este sábado, no estádio Francisco José Rodrigues, nos Mosteiros, o Cutelinho, pela margem mínima, 1-0, e abre cinco pontos de vantagem em relação ao segundo classificado.


No jogo a contar para a quinta jornada, o Vulcânico, sentiu dificuldades para conquistar os três pontos, o que acabou por acontecer com o golo solitário de Ka II, aos 13 minutos do segundo tempo e a boa prestação do guarda-redes Molesa que por diversas vezes evitou o golo de empate do Cutelinho.
Com esta vitória pela margem mínima, a terceira vitória por uma bola a zero conseguida esta temporada, sendo duas nas deslocações aos Mosteiros, primeiro frente ao No Pintcha, na terceira jornada, e agora frente ao Cutelinho, na quinta jornada, o Vulcânico é deste modo a única formação com o pleno de vitórias no campeonato regional.
Em São Filipe, no estádio 5 de Julho, a formação da Académica, depois de um início de temporada atribulado, conseguiu a sua terceira vitória consecutiva, desta feita frente ao ABC de Patim, por três bolas a zero.
A vitória começou a ser construída no primeiro minuto, por intermédio de Fifa na transformação de uma grande penalidade e a fechar o primeiro tempo Bruno aumentou para 2-0.
No segundo tempo, aos dois minutos, Fifa, fixou o resultado em três bolas a zero a favor da Académica, que viu um seu jogador, Djedjin, a ser expulso no segundo tempo, batendo o recorde já que em cinco jogos do campeonato uma dezena de jogadores da Académica foram expulsos.
Na outra partida disputada este sábado no estádio 5 de Julho, a equipa sensação do campeonato, Nova Era, sofreu a sua primeira derrota no campeonato frente ao Botafogo por três bolas a zero.
O caminho da vitória do Botafogo começou a ser construído aos 35 minutos do primeiro tempo por intermédio de Kutchutcha que aproveitou uma falha do guarda-redes da Nova Era, que se estreou nesta partida, ocupando o lugar do guarda-redes titular Zé Pedro, para fazer o primeiro e fixar o resultado primeiro tempo.
Na segunda parte, aos sete minutos, Kutchutcha, voltou a marcar, numa jogada em que o guarda-redes de Nova Era encontra-se adiantada, aumentando a vantagem para o Botafogo que veria a fixar, aos 45 do segundo tempo, o resultado em três zero por intermédio de Mantorras que entrou a 10 minutos do fim.
O Nova Era desperdiçou no período de compensação uma grande penalidade por intermédio de Nitcheve que rematou fraco e permitiu a defesa do guarda-redes do Botafogo Lú.
O Vulcânico lidera o campeonato regional com 15 pontos, seguido de Nova Era com 10, Académica e Botafogo com nove pontos, Valencia e Spartak (menos um jogo cada) com sete pontos, Atlético com quatro, No Pintcha e Cutelinho com três, mas o No Pintcha tem menos um jogo, e ABC de Patim com zero pontos.
As equipas de Valencia e Spartak, caso vença os seus jogos de domingo vão alcançar o Nova Era na segunda posição na tabela classificativa.
No domingo, no estádio 5 de Julho jogam Valencia x No Pintcha e Spartak x Atlético, para a conclusão da jornada.
Inforpress