Manuel Salvador Fernandes Delgado já manifestou a sua disponibilidade para se candidatar à presidência do Botafogo Futebol Club, cujo acto eleitoral está agendado para 19 de Maio.


Na sua plataforma eleitoral, Salvador, como é conhecido em São Filipe, afirma que desde criança está próxima desta agremiação e recorda o ambiente de festa na recepção do Botafogo que se sagrou campeão de Cabo Verde nos idos 80, data a partir da qual começou a paixão pelo clube.
Segundo o pré-candidato, “o club vive uma situação mais difícil da sua longa e rica história, estando e com oito anos sem ganhar qualquer título”, acrescentando que pretende dar seguimento aos esforços feitos pela direcção cessante para resgatar o orgulho do club e levar o Botafogo ao patamar mais alto do futebol cabo-verdiano.
Com uma equipa que classifica de “competente e rotinada” para implementar melhores estratégias para resgatar a dignidade do club, Salvador propõe, caso for eleito, uma gestão com “máximo rigor, competência e empenho”, colocando os interesses do Botafogo acima de quaisquer outros.
De entre as acções que propõe destaca-se a realização de uma campanha para angariação de fundos e de recrutamento e novos sócios, a conclusão da última fase da sede do clube, fazer funcionar todas as modalidades desportivas e culturais desta agremiação, a conquista do título regional, alargar os núcleos criados nos Estados Unidos e mobilizar mais parceiros e patrocinadores.
Para a direcção, Manuel Salvador Fernandes Delegado propõe dois vice-presidentes, Nuías Silva e Joaquim Teixeira e mais seis elementos, entre secretário, tesoureiro e vogais.
Já para a assembleia-geral propõe o nome de António Alberto Alves Lopes e para o conselho fiscal, Miguel Garcia Lopes.
A eleição está marcada para 19 de Maio e ainda poderão surgir outras candidaturas à presidência do Botafogo Futebol Club, agremiação fundada em Julho de 1973.
Inforpress