A Académica conquistou hoje a “taça Fogo” em futebol, ao vencer o Botafogo nas lotarias de grandes penalidades, conseguindo assim a “dobradinha” na época 2018/19.


Numa partida pobre e de fraca qualidade técnica, durante o tempo regulamentar e no prolongamento, nenhuma das equipas conseguiu marcar e, na transformação de grandes penalidades, o Botafogo desperdiçou quatro, enquanto a Académica falhou três, terminando assim com a vitória de 2-1 para Académica.
No primeiro tempo a Académica, campeão regional, entrou melhor e dominou durante os primeiros 20 minutos, mas a partir dai só deu o Botafogo que desperdiçou quatro oportunidades.
A segunda parte começou com duas situações para Académica logo no primeiro minuto, primeiro com Anderson isolado a rematar ao lado e na sequência o guarda-redes Lú ofereceu a bola ao Zidane que não conseguiu ultrapassar o próprio guarda-redes.
Ainda aos 11 minutos do segundo tempo a Académica ficou a pedir uma grande penalidade mas o árbitro assim não entendeu.
A partir dai praticamente não se chegou até a segunda parte do prolongamento em que as duas equipas tiveram oportunidades, primeiro para Académica, depois para o Botafogo e no último minuto Cá isolado não conseguiu desfazer o zero a zero.
A Académica conquista assim a sua quarta taça Fogo em Futebol, somando mais uma taça que o Botafogo que tem três taças da
Inforpress