Os dirigentes das equipas do primeiro e segundo escalões da ilha do Fogo reúnem-se no próximo dia 27 de Junho numa assembleia-geral extraordinária para analisar a situação relativa ao encerramento da época futebolística 2019/20.


A reunião foi convocada pela presidência da Mesa da Assembleia da Associação Regional de Futebol do Fogo em concertação com a direcção, salientando que dada a importância desta reunião “é imprescindível” a presença de dirigentes de todos os clubes, nomeadamente as 10 do primeiro escalão e 12 do segundo escalão.
Para a conclusão das provas regionais, a nível do campeonato regional do primeiro escalão faltam realizar os jogos das duas últimas jornadas e com a equipa da Associação Académica do Fogo na frente da classificação, enquanto no segundo escalão faltam realizar os jogos das seis jornadas da segunda fase que é disputada entre as duas melhores equipas dos dois grupos e num sistema de todos contra todos a duas voltas.
Quanto à edição da Taça Fogo, falta disputar a final entre as equipas do Vulcânico e do Botafogo.
O posicionamento dos dirigentes das equipas é divergente, alguns, nomeadamente os das quatro equipas do segundo escalão que qualificaram para a segunda fase defendem a realização dos jogos, assim como alguns responsáveis das equipas do primeiro escalão, como a Associação Académica do Fogo que está prestes a conquistar mais um título regional.
JR/ZS
Inforpress