O Real Marítimo empatou, hoje, a zero bolas com o  Cruzeiro, no estádio municipal, no jogo a contar para a segunda mão da “liguilha”, garantindo a continuidade na divisão de futebol da ilha do Maio, na época futebolística 201/18.


A equipa de Real Marítimo, último classificado do regional da primeira divisão, época 2016/2017, que veio de uma vantagem de 3-0, trazida do jogo da primeira mão, conseguiu hoje, um empate a zero bolas frente ao Cruzeiro e garantiu assim a manutenção na primeira divisão de futebol do Maio.
Para o treinador Txoi, o objectivo de manter a equipa na primeira divisão foi alcançado, por isso, acrescentou, agora o momento é de trabalhar para fazer uma “boa” prestação na prova e fugir da despromoção.
“Vamos trabalhar para continuarmos na primeira divisão, aliás isso foi o objectivo traçado desde início da época passada, embora não conseguimos, por isso sabíamos que tínhamos que fazer todo o esforço para vencer esta prova, por forma a mantermos na primeira divisão e felizmente conseguimos, pelo que os nossos jogadores estão de parabéns”, frisou.
Por seu lado, o treinador da equipa de Cruzeiro, Lapona, disse que o jogo de hoje era para “limpar” a imagem trazida do primeiro jogo, embora tenham feito de tudo para vencer a partida, de todo modo garantiu que vão trabalhar para vencerem o campeonato da segunda divisão e subirem à primeira divisão.
“Mostramos aqui que somos uma boa equipa e que no jogo passado sofremos uma derrota por um lapso dos nossos jogadores, mas vamos trabalhar para alcançarmos o nosso objectivo que é subir a primeira divisão e provamos aqui que temos uma equipa jovem, mas capaz de estar entre os grandes deste campeonato”, notou.
No segundo jogo da tarde, as equipas de Santana, detentora da taça Djarmai, e Onze unidos, campeão regional da época passada, disputaram a taça Djarmai, num jogo que não foi além de um empate de 1 bola nos 90 minutos regulamentares e pelo avançar da hora não foi possível a marcação das grandes penalidades.
Segundo a decisão do juiz da partida, Carlos Almeida, a marcação das grandes penalidades vai ser efectivada numa outra data a ser definida.
Para o sábado seguinte, 04 de Novembro, está aprazado o jogo da “Taça dos campeões” entre o Onze Unidos, campeão regional da primeira divisão, e o Mira-Mar, detentor do título da segunda divisão.
Inforpress