Os dirigentes e adeptos dos clubes maiense dizem estar “indignados” com a demora da edilidade na conclusão do Estádio Municipal, como prevista no plano de actividades e orçamento aprovado pela Assembleia Municipal para o ano 2017.


Conforme consta do plano de actividades e orçamento para o ano de 2017, da edilidade maiense para o ano de 2017, aprovado na sessão da Assembleia Municipal de Dezembro de 2016, o estádio municipal iria receber obras de requalificação e conclusão antes do arranque da época desportiva 2017/18.
No entanto, ainda os trabalhos não aconteceram, algo que está causando alguma insatisfação e reclamação no seio dos adeptos e dirigentes dos clubes desportivos na ilha.
O tom das críticas face a esta situação veio a agudizar-se no passado fim-de-semana durante o jogo da Super-taça do Maio, realizado no passado sábado, 28, entre as equipas do Onze Unidos e Santana.
Nesta partida, registou-se um empate a uma bola, mas devido ao avançar da hora não foi possível a marcação das grandes penalidades, alegadamente por falta de condições no estádio
Os dirigentes das equipas da primeira e segunda divisão, dizem que estavam a esperar, com grande “expectativa”, verem as obras concluídas no estádio municipal antes do arranque da época desportiva 2017/18, por forma a proporcionar aos atletas e não só uma melhor condição da prática desportiva e mais dignidade.
A edilidade garante que aquela infra-estrutura vai receber “brevemente” novos investimentos que vão proporcionar melhores condições para a prática do futebol.
A autarquia garante que vai continuar a apoiar os clubes de futebol, tanto nas inspecções médicas e transportes, como na atribuição de uma subvenção de 200 mil escudos ao campeão regional da 1.ª divisão, e 50 mil escudos ao campeão da segunda divisão.
De todo modo,existe um consenso geral de que a falta de condições no estádio tem sido um dos grandes constrangimentos e factor condicionante pela fraca adesão dos adeptos ao estádio municipal, para assistirem as partidas de futebol, razão pela qual se aguarda com muita expectativa a conclusão desta infra-estrutura.
Inforpress