A assembleia-geral electiva da Associação Regional de Futebol do Maio (ARFM) voltou a adiar a data da reunião a concretizar-se agora a 10 de Novembro, alegando ter havido falhas no estabelecimento de prazos para a apresentação de candidaturas.


Inicialmente prevista para 30 de Outubro, o evento foi adiado para 10 de Novembro e haverá duas listas, uma encabeçada por Odílio Neves, que se recandidata ao cargo que desempenha há dois anos, e outra encabeçada por Adilson da Silva Cardoso.

A informação foi avançada hoje à Inforpress pelo presidente da mesa da assembleia da ARFM, Adalberto Santos, indicando que na sua última reunião realizada esta semana para fazer o ponto de situação, a comissão responsável pela organização da eleição detetou “algumas anomalias” nas duas listas, pelo que solicitaram aos representantes das mesmas que fizessem as alterações necessárias, e que serão aferidas na próxima reunião.

Adalberto Santos disse ainda, que com a alteração dos estatutos, o período de gestão da ARFM passa a ser de quatro anos em vez de dois.

Ao todo a assembleia geral electiva da ARFM contará com 10 delegados votantes em representação dos 10 clubes federados da ilha.

Até presentemente, apenas Odílio Neves, candidato à sua sucessão apresentou programa e projecto que motivaram a sua recandidatura.
Fonte: Inforpress