O arranque da época futebolística, no Maio, prevê-se para o dia 27, com a introdução de novas modalidades, como futebol de praia e futsal, garantiu hoje à Inforpress o presidente da Associação Regional de Futebol do Maio.


Odílio Neves assegurou que o arranque da época será efectivada com a realização da Supertaça, prova que vai colocar frente-a-frente as equipas do Barreirense,  campeão  regional em título, e do Onze Unidos, detentor da Taça Djarmai.
Na semana seguinte, segundo a mesma fonte, será realizada a taça dos campeões entre a equipa campeã regional da primeira divisão (Barreirense)   e a equipa vencedora do campeonato  da segunda liga (Figueirense), que pela primeira vez vai militar nesta época desportiva no primeiro escalão de futebol na ilha.
O campeonato regional da primeira e segunda divisão está previsto para iniciar a 01 de Dezembro.
Para além das provas habituais, a nova época desportiva vai contemplar a realização do  campeonato na categoria de sub-20, uma das medidas saídas da última sessão ordinária da assembleia dos clubes.
Trata-se de uma forma de proporcionar aos jovens atletas a continuação da actividade sem pausa, visto que nesta idade já podem integrar no plantel das suas equipas de formação ou não, concretizou o presidente.
Ainda durante o encontro, a maioria dos representantes dos clubes, apreciaram e aprovaram o orçamento da época passada, assim como o plano de actividades para a presente época desportiva, documento que não contou com o voto favorável da equipa do Académico 83.
Esta equipa manifestou o seu “descontentamento” face à forma como foram dirigidas “algumas questões”, que considerou, na ocasião, “prejudicais” aos interesses daquela equipa.
Conforme afiançou aquele representante da instituição que gere o futebol na ilha do Maio, o encontro decorreu na normalidade, não obstante algumas questões que foram levantadas, mas que no seu ver   é algo “normal no futebol”.
Todavia enfatizou  que as novas modalidades introduzidas para a nova época, que se iniciou a 01 de Outubro, vão trazer “mais competitividade”.
“O nosso orçamento inicial foi de cerca de 500 mil escudos e no ano passado foi mil e tal contos, mas  agora estamos a rondar os 3.500 contos, o que demonstra que ano após ano estamos a trazer mais competitividade para o futebol na ilha”, concretizou, lembrando que  esta época  haverá mais uma prova nacional a nível de selecções das ilhas, a Taça Independência, que acarreta mais custos.
Aquele responsável mostrou-se ainda “satisfeito” com o anúncio da edilidade  maiense em concluir ainda  durante a época desportiva 2018/19 o estádio municipal, algo que considerou ser benéfico para toda a comunidade desportiva, por se tratar de uma reivindicação antiga de toda a comunidade desportiva.
As provas futebolísticas na ilha do Maio terminam no dia 31 de Março de 2019, prevendo-se ainda, para além do calendário de provas, a realização de acções de formação para dirigentes desportivos e em medicina desportiva.
Inforpress