Académico 83 vai ao Campeonato Nacional e Barreirense à Taça de Cabo Verde. Miguel Rosa quer vitórias, disciplina e apuramento para a fase seguinte


O Presidente da Câmara Municipal incentivou esta quarta-feira, 3, as equipas do Académico 83, representante do Maio, no Campeonato Nacional de Futebol, e o Barreirense, representante da ilha na Taça de Cabo Verde, a fazerem uma boa prova e que dignifiquem a ilha.

Falando durante uma receção no Salão Nobre do Paços do Concelho às duas equipas campeãs, Miguel Rosa observou que o futebol na ilha já atingiu um índice de competitividade “muito interessante” e sublinhou que a Autarquia ambiciona uma “boa representação” nas duas provas nacionais, em que o Maio vai competir.

Dirigindo-se diretamente ao Campeão Regional do Maio, Miguel Rosa foi categórico ao apontar como “exigência e obrigação” que o Académico 83 se apure para a segunda fase da prova Nacional

“É uma exigência mas ela tem que partir de cada um de vocês”, acrescentou, observando que esta deverá ser também uma “exigência” de cada jogador.

“Encaremos isso como um elemento motivacional”, acrescentou o Edil que já foi dirigente desportivo e que também aproveitou para apelar ao fair play em cada partida de futebol, evitando situações disciplinares que podem ser sancionados com cartolinas, numa competição que é muito curta.

Virando-se para o Barreirense, as exigências são semelhantes. “É jogar, em cada 90 minutos, para ganhar”, desafiou.

“Desejo-vos muita sorte”, concluiu o Presidente.

Antes, o Vereador do Desporto Queita Costa assinalou os investimentos que o Município tem realizado no setor, e felicitou cada uma das equipas pelas conquistas, realçando que a receção no Paços do Concelho é um “reconhecimento do mérito” de cada uma das equipas bem como do “impacto” que o futebol tem na ilha.

“Temos investido fortemente na criação de infraestruturas para a prática de desporto com mais qualidade”, recordou.

Os dirigentes de cada um dos emblemas também enalteceram o gesto da Câmara Municipal e classificaram como nobre a ideia de os receber no Paços do Concelho.

Refira-se que perto de meio milhão de escudos são canalizados como apoio aos novos campeões da ilha, na presente época desportiva.

O Académico 83 recebeu um cheque no valor de 300 mil escudos (em 2018, o Campeão Regional recebera 200 mil), o Barreirense recebeu um apoio de 50 mil escudos, e o Campeão da Segunda Divisão, Beira-Mar, vai receber um valor de 80 mil.
Câmara Municipal do Maio