Nove clubes da região desportiva do Maio procederam à sua inscrição para a Taça Djarmai "Eugênio Barros" que arranca, este sábado, no Estádio Municipal, marcada pelas ausências do Real Marítimo e Morrerense, clubes da Primeira Divisão e Cruzeiro do segundo escalão.


 O Real Maritimo não participa nas competições deste época futebolística, enquanto que o Morrerense e Cruzeiro somente nos jogos da Taça.

Conforme o comunicado da Associação Regional de Futebol do Maio, no sábado, às 15 horas, para o Grupo A, Santa Clara joga com o Miramar.

No domingo, para a série C, às 14 horas, Beira-mar defronta a Académica e Onze Unidos encara o Barreirense, às 16 horas, para o primeira jornada do grupo B.

Figueirense e o Clube Desportivo Santana de Morrinho ficam insentas, nesta rodadada da Taça Djarmai "Eugenio Barros".

Eugênio Barros foi presidente da Associação Rrgional do Maio no início da decada de 90.

Descendente de uma família tradicionalmente futebolística, Eugénio Barros deu cartas no futebol na década 70, como guarda-redes de eleição nos clubes federados como Boavista da Praia, Clube Desportivo Travadores e Associação Académica Mindelo, mas também nos campeonatos de subúrbios em representação do Chile (Bairro Craveiro Lopes).

Engenheiro Eugénio Barros, também destacou-se como guarda-redes da selecção nacional de futebol na década de 1970, tendo influenciado os irmãos que se revelariam craques na Praia, como Betinho, Djimy e Balão.

Eugênio Barros faleceu, em São Domingos, interior da Ilha de Santiago, na madrugada do dia 17 Julho 2019.

Silva Ramos