A autarquia do Sal homenageou esta segunda-feira nos Paços do Concelho, as equipas campeãs de futebol, Académico e Académica, tendo entregue a cada uma delas, um cheque de 200 e 100 mil escudos, respectivamente.


“Câmara Municipal do Sal com o desporto o ano inteiro” é o lema adotado pela a autarquia para demonstrar o seu interesse pelo desenvolvimento do desporto na ilha e, conforme o edil, pretendem com este gesto reconhecer todo o trabalho, empenho e “excelentes” resultados alcançados durante a última época desportiva, com a equipa do Académico a sagrar-se campeã regional de futebol, enquanto a Associação Académica foi a vencedora da Taça Djad’Sal.
A esse propósito, o edil Júlio Lopes fez um apelo aos salenses no sentido de todos se unirem à volta do representante da ilha do Sal, na prova nacional.
Por outro lado, como forma de reforçar o seu apoio institucional prometeu ter sempre um elemento da equipa camarária a acompanhar a formação do Académico nas suas deslocações durante a disputa nacional.
“Este é um sinal de uma nova era para o desporto na ilha do Sal. De mudança. A Câmara Municipal do Sal não só vai homenagear, mas também aumentar de forma significativa o apoio financeiro e institucional à equipa que representar a ilha ao nível nacional. Queremos projectar o nome do Sal no contexto nacional”, sublinhou.
De acordo com o autarca, com um cheque de 200 contos para a equipa do Académico Aeroporto do Sal e 100 mil escudos para a Micá, a Câmara Municipal quer com isso ajudar, para que a ilha seja representada de forma condigna a esse nível.
O presidente do Académico, Carlos Moniz ou Cabet como é também conhecido, destacando a importância desse apoio, manifestou-se satisfeito augurando mais incentivos.
“É um excelente apoio, melhorou consideravelmente, comparado com o ano passado. E esperamos, com o desenrolar do campeonato venham mais apoios, já que a participação na prova nacional acarreta muitas despesas, nomeadamente com deslocações, alimentação alojamento e transferes… Não é fácil suportar se não houver apoios financeiros”, acentuou.
Tratando-se da primeira vez que a Câmara Municipal distingue um vencedor da Taça Djad’Sal, Carla Monteiro, presidente da Académica, equipa que foi contemplada com cem mil escudos, disse que esse prémio é um incentivo a fazer mais e melhor.
“A parte financeira é importante para ajudar nos custos da equipa. Este reconhecimento permitirá maior motivação com vista a alcançar outras conquistas e vitórias”, manifestou.
Fonte: Inforpress