A equipa do Académico do Aeroporto do Sal resgatou o “casamento” antigo com o treinador Ben-Hur, cuja oficialização pública, com um contrato de uma época renovável, aconteceu terça-feira, no respectivo clube desportivo.


“O Mister Ben-Hur já conhece os cantos da casa, se enquadra no plano estratégico de sustentabilidade, sem abdicar da ambição em querer ganhar (…), que nos é característico”, manifestou Ivan Lopes, director desportivo do Clube Académico do Aeroporto do Sal, em declarações à Inforpress.
Acredita-se que, com a política de sustentabilidade do clube, Ben-Hur que levou a equipa do Académico a oito títulos, entre os anos de 2010 a 2013, tem assim a “oportunidade” de implementar as suas ideologias de formação.
Bem-Hur, por sua vez, não escondeu a satisfação pelo regresso ao grémio.
“O Académico é um clube consolidado, é a equipa que tem mais títulos no Sal e onde com certeza fui muito feliz. Mas agora é diferente. A ambição é a mesma, mas o desafio é amplamente maior e daí a positividade deste regresso” explicou.
O treinador Ben-Hur terá já na sua equipa técnica duas garantias, João Batista e Jair Rodrigues, como seus colaboradores para a época 2018/19.
Inforpress