As obras no estádio municipal 25 de Julho de Santa Cruz, orçadas em mais de três mil contos, vão estar concluídas dentro de seis meses, por ocasião das festividades do município, informou hoje o edil, Carlos Silva.



O estádio municipal 25 de Julho, segundo os jogadores e árbitros, não apresenta segurança, pois o campo não é vedado, permitindo, assim, a invasão de campo dos adeptos.

O mais recente incidente ocorreu no início de Janeiro deste ano, durante um jogo em que um adepto agrediu um jogador em exercício de aquecimento, facto que veio por à nu a insegurança nesse estádio.

Diante desta situação, a câmara municipal arrancou, na semana passada, com os trabalhos de vedação do relvado, e em declarações à Inforpress, Carlos Silva prometeu dar continuidade às obras da bancada e construção de balneários, como forma de dar mais conforto aos adeptos.

"Vamos fazer uma grande obra de vedação do campo e, também, dentro de pouco tempo, vai começar a obra do balneário e bancada. Temos necessidade de fazer a reabilitação da relva que está num estado avançado de degradação”, afirmou.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, a autarquia está a fazer todos os esforços para que a obra seja inaugurada até o mês de Julho, por ocasião das festas do município.

Ainda no sentido de apoiar as três equipas federadas da primeira divisão, Desportivo de Santa Cruz, Benfica e Scorpion, a edilidade atribuiu-lhes um subsídio de transporte no valor de 150 mil escudos cada.

As equipas da segunda divisão, que também participam no campeonato regional, receberam da autarquia cerca de 100 mil escudos e à Associação Regional de Futebol de Santiago Norte foi atribuído um apoio de 60 mil escudos.

fonte: Inforpress