O AJAC da Calheta goleou hoje o Flor jovem, por cinco bolas a zero, e é campeão regional de futebol de Santiago Norte, mas o Benfica de Santa Cruz empata com o Assojuventus e faz, também, a festa do título.


O AJAC e o Benfica dividiam o primeiro lugar na tabela classificativa, com 45 pontos cada, e hoje, no último jogo do campeonato, o AJAC recebeu em casa o derby, com o Flor Jovem de Calheta, enquanto o Benfica de Santa Cruz viajou até a cidade de Assomada para defrontar o Assojuventus.
Com o ponta pé da partida dado ao mesmo tempo, nesses dois jogos decisivos, tanto o AJAC como o Benfica dependiam de si para ir ao nacional.
Entretanto, no estádio municipal da Calheta, o AJAC entrou decidido a conquistar o título e logo aos sete minutos da partida houve um penalty a favor do jogador do AJAC, devido a um lance em que o jogador de Flor jovem tocou na bola lançada pelo guarda-redes.
O lateral esquerdo do AJAC, Kiki , aproveita e marca aos oito minutos. A equipa não parou por ali e aos 21 minutos, Octávio faz o dois a zero.
Os restantes golos foram apontados na segunda parte , por intermédio de Kiki, aos 70 minutos, seguido de David, aos 79 e mais uma vez, o camisola nove do AJAC, Kiki, o melhor marcador do campeonato, com 23 golos, marca o cinco a zero, dando acesso do AJAC ao campeonato nacional.
Já no estádio municipal de Cúmbem , em Assomada, a partida entre o Benfica e o Assojuventus iniciou-se com algum nervosismo por parte dos encarnados de Santa Cruz.
Ao longo da partida, o Benfica não mostrou determinação em vencer o jogo, uma vez que a partida decorreu somente no meio campo e sem grandes remates para a baliza do adversário.
O primeiro golo da partida só surgiu aos 57 minutos da segunda partida e foi a favor do Assojuventus e sete minutos depois, a equipa de Assomada, que não queria descer de divisão de cabeça para baixo, volta a fazer o dois a zero, reduzindo a esperança do Benfica de ser campeão.
Entretanto, aos 71 minutos, num lance confuso, na grande área, Babi reduz a vantagem para 2 -1 e mais tarde, aos dois minutos do tempo de compensação, Benfica marca o golo do empate.
Com este resultado, o AJAC conquista o título de campeão regional, com 48 pontos e vai para o nacional, e o Benfica fica na segunda posição, com 46 pontos.
Porém, nem tudo está decidido, pois no final da partida ambas as equipas festejaram o título, visto que o Benfica alegou que o AJAC usou um jogador ilegal, o Marco Aurélio, que acumulava três cartões amarelos, por isso vão apresentar um recurso.
O presidente da Associação Regional de Futebol de Santiago Norte e o do AJAC que estavam presentes no estádio de Cúmbem disseram à nossa reportagem que é com surpresa que recebem esta notícia.
Segundo o presidente da associação, Anastácio Veiga, apesar de o Benfica alegar que tem um processo na secretária da associação, ainda não receberam nada, nem do Conselho de Jurisdição nem do Conselho de Disciplina.
“Se realmente eles têm um processo. são livres de o fazer, e nós estamos aberto para ouvir, porque qualquer resultado é homologado durante um mês ou uma semana e qualquer processo pode ter 60 dias para ser resolvido, mas se já passou de tempo, não podemos recebe-lo”, disse.
Já o dirigente do AJAC, Amarildo Semedo, considerou que a sua equipa foi o “justo vencedor”, pois venceu em campo e é isso que “importa”, assegurando que o seu jogador tem apenas dois cartões amarelos acumulados e não três.
Mais uma vez, a região de Santiago Norte poderá entrar atrasado no campeonato nacional, visto que na época desportiva anterior, apesar de o Varandinha ter ganho em campo, o seu adversário directo, o Scorpion, entrou com um recurso, atrasado assim a estreia de Varandinha no campeonato nacional.
Fonte: Inforpress