O presidente da Associação Regional de Futebol de Santiago Norte (ARFSN) admitiu hoje a “suspensão definitiva” dos campeonatos do primeiro e segundo escalões se as autoridades não os ajudar a liquidar as dividas com os árbitros.


Anastácio Veiga falava à Inforpress depois de uma manifestação pacífica quinta-feira, que teve como palco Santa Cruz, envolvendo atletas, dirigentes dos clubes e árbitros, para apelar “mais atenção” para o futebol na região em termos financeiros e outros incentivos.
O dirigente associativo lamentou o facto de não terem tido “algum feedback” das autoridades apesar de terem suspendido o campeonato na semana passada e saído às ruas para protestar contra a situação.
Tal postura leva Anastácio Veiga a afirmar que as autoridades locais e centrais não estão a importar com a maior região desportiva do país e que estão a por em causa a época futebolística 2017/18 em Santiago Norte.
Entretanto, lembrou que associação ainda não conseguiu a verba para liquidar a dívida para com a arbitragem, tendo em conta que só arrecadou 300 contos, sendo 50 contos cada das câmaras do Tarrafal e de Santa Catarina e 200 contos do Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC).
O montante obtido, segundo este responsável não chega, pois, os árbitros exigem que seja paga a totalidade da divida, que ascende os 600 contos, ajuntando que mesmo conseguindo tal valor a época vai estar perdida por causa do tempo.
Por outro lado, Anastácio Veiga lamentou a fraca adesão à manifestação convocada em concertação com os clubes do interior de Santiago, que só aconteceu no município de Santa Cruz.
Já as equipas que saíram às ruas pedem intervenção das autoridades para a retoma, o mais breve possível, do campeonato, sob pena da não participação no Campeonato Nacional da maior região desportiva do país, pois, segundo dizem, “seria uma pena para Santiago Norte e para os atletas e simpatizantes da região.
Os campeonatos regionais de futebol de Santiago Norte da primeira e segunda divisões reúnem um total de 22 equipas. O da primeira divisão já vai na nona jornada e o da segunda na oitava ronda.
Inforpress