A equipa de Esperança de Calheta São Miguel sagrou-se, sábado, campeã regional de futebol de Santiago Norte da segunda divisão, ao vencer Txon Bom por 2-0, em jogo última jornada da prova e ascende pela primeira vez à divisão principal.


Com este triunfo, a formação micaelense, que estava a participar pela terceira vez consecutiva no campeonato do segundo escalão, entra na lista dos 10 clubes de Santiago Norte que vão disputar a 1ª divisão na próxima temporada.
Por sua vez, o Asso-Juventus de Assomada, que já tinha “passaporte carimbado” para regressar ao campeonato principal depois de na época passada ter descido à 2ª divisão, tinha chance de conquistar o título neste escalão, em caso de derrota da Esperança, que entretanto, venceu em seu jogo, tendo a equipa de Assomada empatado fora de casa com Desportivo de Santa Cruz por 1-1.
Sendo assim, as duas equipas vão ocupar os lugares deixados pelos combinados de Calheta AJAC e Desportivo no principal campeonato da região e juntam-se ao campeão Scorpion, Grémio de Nhagar, Varandinha, São Lourenço, Benfica, Flor Jovem, Estrela dos Amadores e Beira Mar, na época desportiva 2018/19.
Em declarações à Inforpress, o presidente da Associação Regional de Futebol de Santiago Norte (ARFSN), Anastácio Veiga, em jeito de balanço da época desportiva, considerou que campeonato foi “bem disputado” com “bons jogos”.
É que segundo ele, o facto dos campeões de ambos os campeonatos (1ª e 2ª divisão) ficarem com cinco pontos de diferença em relação aos restantes quatro primeiros classificados, que, também, em termos de pontos a diferença é pouca, mostra que foi um campeonato “muito competitivo.
Referiu-se, entretanto, algumas dificuldades ao longo da competição, que foram ultrapassadas, nomeadamente as dívidas para com os árbitros, que resultou em paralisação do campeonato por duas semanas.
“Na próxima época, vamos trabalhar para que o campeonato seja ainda melhor”, prometeu.
Inforpress