A CV Móvel assinou hoje um protocolo com oito equipas da região Santiago Norte, através do qual assume, durante duas épocas desportivas, os custos com a aquisição de equipamentos das mesmas, bem como o transporte dos atletas nos dias dos jogos.


A Associação Desportiva Flor Jovem (São Miguel), Associação Desportiva Recreativa e Cultural dos Picos (São Salvador do Mundo), Delta Cultura Cabo Verde, Clube Desportivo Estrela dos Amadores, Graciosa Voleibol (Tarrafal), Grupo Desportivo e Recreativo São Lourenço (São Lourenço dos Órgãos), Asso-Juventus Futebol Clube (Santa Catarina), Associação Clube Desportivo Recreativo Cultural e Social Inter Cutelo (Santa Cruz), foram as associações desportivas beneficiadas.
Para o administrador da CV Móvel, João Domingos Correia, a região Norte, a nível do desporto, tem dado exemplos quer com atletas nas selecções quer também a nível internacional, com jogadores de origem ou nascidos lá fora, filhos de pais desta região, ajuntando que os atletas ainda têm “muito para dar”.
No seu entender, este não é um apoio, mas sim uma parceria, isto porque, sustentou, o desporto sai a ganhar, os clubes e a própria empresa.
“Portanto, fizemos esta parceria com os clubes do interior de Santiago, porque temos a certeza que amanhã e depois de amanhã vamos ter retorno”, disse, lembrando que o desporto nesta região não é só atletas, mas também formação e a parte da integração social.
Por seu lado, o vereador do Desporto da Câmara Municipal do Tarrafal, Daniel David Soares, que falava em representação dos demais colegas, manifestou a sua gratidão e o reconhecimento da parceria que CV Móvel tem estado a fazer com os municípios, tendo pedido que a mesma seja estendida as outras equipas e de outras modalidades que não seja só futebol.
O autarca, que lembrou que as seis câmaras municipais têm sido parceiras das associações regionais, pediu ainda a CV Móvel, “se possível”, que formalize, igualmente, um protocolo de parceria com estas associações detentoras das provas, que a ser ver, vai colmatar e de que maneira as dificuldades financeiras que as mesmas têm tido na realizações dos eventos desportivos.
Já os clubes, que agradeceram pela ajuda, tendo em conta que tinham essas “necessidades”, acreditam também que esta parceria vai ajudar ambas as partes envolvidas.
Na ocasião, os oito clubes desportivos receberam equipamentos para treinos e para as competições, cantis para água, bolas, apitos e cones.
O protocolo, ora assinado, está orçado em cerca de 3000 contos, em que durante as duas épocas desportivas (2018/19 e 2019/20) as oito equipas vão receber mais de 370 contos cada para aquisição de equipamentos e transporte dos atletas nos dias dos jogos.
No acto, estiveram presentes os representantes das associações parceiras e os vereadores para área do Desporto das câmaras municipais do interior de Santiago.
Inforpress