O Boavista da Praia interpôs protesto, junto da ARFSS, contra o Sporting por utilização de um jogador irregular no jogo a contar para a 17ª jornada do Campeonato Regional Santiago Sul frente aos Travadores.


Segundo uma cópia do documento a que o criolosports.com teve acesso, o clube axedrezado da capital alega que o Sporting utilizou Dário Paiva de uma forma irregular na vitória de 4-3 sobre os Travadores.

“De referir que (como é de conhecimento publico) o jogador em causa tinha visto o terceiro cartão amarelo na 16ªJornada contra a equipa dos Garridos (11-03-2017) e na jornada seguinte o Sporting o fez alinhar, sem que este tivesse cumprido um jogo de suspensão, cometendo uma clara irregularidade prevista e punível segundo os artigos 90º e 101º do Regulamento Geral da FCF.

Com isto e nestes termos, deve o presente protesto ser declarado procedente, e em consequência, punir o clube infrator, com a derrota (3-0) no jogo da 17.ª jornada do Regional e a consequente perda de 3 pontos.”, pode-se ler no documento entregue à ARFSS.

“Realce-se o facto de, na quinta-feira, (30/03/17) ANTES de decorridos 5 dias após a realização do referido jogo, os 2 Presidentes do Boavista FC e do GD Os Travadores (Luís Semedo e Armindo Oliveira), terem ALERTADO à viva voz, o Presidente da ARFSS da existência de irregularidade e que os respetivos Advogados dos dois Clubes estavam ULTIMANDO o processo de PROTESTO que seria entregue na manha seguinte (5º dia após o jogo).

A ARFSS, nesse dia e na presença de dois Dirigentes do Clube na secretaria, ESTRANHAMENTE (!!!) na pessoa do seu Presidente, HOMOLOGOU o "(INE) HOMOLOGAVEL" ou seja não obstante a confirmação da irregular utilização do Jogador em causa, o Presidente da Arfss As Futebol não se coibiu de TENTAR legalizar a IRREGULARIDADE (tentativa vã (!!!) perante a não existência da homologação tácita (segundo o ponto 4 do Art. 90º do Regulamento Geral da FCF) desse jogo, uma vez que ATE HOJE não decorreram os 30 dias (previsto por lei) após a sua realização).”, esclareceu o Boavista.

O Sporting lidera o campeonato com 49 pontos e é seguido pelo Boavista com 42 pontos.

Caso o protesto seja declarado precedente, a luta pelo título regional ganha um novo capítulo a favor do Boavista, que fica assim a quatro pontos do Sporting, faltando ainda disputar três jornadas, sendo que numa delas o Sporting defronta o Boavista.