O Conselho Jurisdicional da Associação Regional de Futebol de Santiago Sul (ARFSS) considerou “Improcedente” o protesto do Boavista sobre a utilização irregular, por parte dos Travadores, dos futebolistas Sylla e Oblak.


“Considera-se regular a utilização dos jogadores Orlando Monteiro” Oblak” e Abdoulaye Sylla no jogo referente à terceira jornada do campeonato regional de futebol de Santiago Sul, realizado no dia 23 de Novembro de 2019” , lê-se no comunicado a que a Inforpress teve acesso.
O documento informa ainda que decidiu-se em não aplicar aos Travadores e aos jogadores a sanção prevista no artigo 54º número 1 do Regulamento Disciplinar da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), que implica a vitória de 0-3 ao Boavista e multa aos futebolistas.
A direcção axadrezada protestou, em Novembro de 2019 , junto da Associação Regional de Santiago Sul (ARFSS), a utilização irregular dos jogadores Sylla e Oblak, no jogo a contar para a terceira jornada, entre Boavista e Travadores.
No referido jogo, conforme a alegação dos axadrezados, os referidos futebolistas estavam inscritos na ARFSS por dois clubes, sendo eles a Associação Académica da Praia e o Clube Desportivo Travadores.
Sendo assim, continua tudo na mesma no campeonato, com a Académica da Praia a precisar de um empate para sagrar-se campeonato, quando faltam quatro jornadas para o término da competição.
OM/JMV
Inforpress