O Paulense venceu o Beira-Mar, por 1-0, no jogo deste domingo, a contar para a nona e penúltima jornada do campeonato de futebol de Santo Antão Norte e abriu caminho para a manutenção na primeira divisão.


Com o golo apontado por Cadete aos 22 minutos de jogo, o Paulense igualou a pontuação do Beira-Mar (06 pontos) e, se lhe forem atribuídos os três pontos em litígio pela utilização de um jogador, alegadamente, com excesso de cartões amarelos por parte do Santo Crucifixo, salta para os 09 pontos e pode livrar-se da despromoção.
Seja como for, tudo vai depender dos resultados conseguidos, na última jornada, pelas outras equipas que lutam pela manutenção.
No sábado, Rosariense e Santo Crucifixo empataram a uma bola com golos de Lito (64 minutos), para o Santo Crucifixo, e de Cholê (81 minutos), para o Rosariense.
O Foguetões venceu o Sinagoga por 2-1 com golos de Jon Bibi (12 e 21 minutos), para o Foguetões, e de Lampard (90+05 minutos), para o Sinagoga que, aos 60 minutos, tinha desperdiçado a possibilidade de marcar na transformação de uma grande penalidade que Orivaldo, chamado para a marcação, atirou por cima da trave.
Estes resultados ditaram mudanças no topo da classificação com o Santo Crucifixo a liderar com os mesmos 19 pontos que o Foguetões, mas beneficiando do seu melhor “goal-average”, e o Rosariense caiu para a terceira posição com menos um ponto, 18.
Na segunda metade da tabela classificativa o Sinagoga mantém-se na quarta posição com os oito pontos que trazia da jornada anterior, o Beira-Mar e o Paulense têm ambos seis pontos.
Contudo, as contas poderão mudar, radicalmente, caso fique provado que um jogador do Santo Crucifixo foi utilizado de forma ilegal e sejam retirados três pontos à formação do Coculi, a favor do Paulense, pontos esses que poderão ser decisivos para salvar os, ainda, campeões regionais da descida de divisão, além de baralhar, também, as contas no topo da tabela classificativa.
Inforpress