A temporada futebolística 2017/2018 em Santo Antão – Sul, que arranca a 04 de Novembro, fica marcada pelo regresso do Clube Sportivo Marítimo e do Tarrafal Futebol Clube, depois de uma época fora das provas oficiais, por motivos financeiros.


Em sentido contrário, estão as equipas do Lajedos Futebol Clube e da Associação Desportiva Santo André que, por motivos diferentes, preferem ficar, esta temporada, fora das provas oficiais em Santo Antão – Sul.
O Lajedos, vice-campeão regional, justifica a sua retirada com alegada “discriminação” de que o clube foi vítima, na época transacta, por parte dos dirigentes associativos e dos árbitros.
O presidente do clube, Domingos Rodrigues, disse à Inforpress que o seu clube foi seriamente prejudicado pela arbitragem, acreditando que tão cedo Lajedos não regressará às provas oficiais nesta região, em sinal de protesto às “injustiças” de que a equipa tem sido alvo, nas últimas temporadas.
Já o Santo André, com sede em Ribeira da Cruz, fundamenta a decisão com problemas de cariz financeiro, motivos que, temporada passada, levaram, também, o Marítimo e o Tarrafal a suspender a sua presença nas competições.
A Associação Regional de Futebol em Santo Antão – Sul registou a inscrição de sete clubes para a temporada 2017/2018.
Académica, Fiorentina, Inter, Marítimo, Sanjonense, Sporting e Tarrafal são as equipas que vão disputar as três provas a nível regional: super-taça, campeonato e taça do Porto Novo.
Inforpress