A organização do jogo solidário entre uma equipa do Mindelense e um misto de futebolistas que militam na Europa, baptizado de “Europa Team”, estimou hoje em 80 a 100 mil escudos o montante de materiais escolares arrecadados.


A informação foi avançada à Inforpress pelo presidente do Clube Sportivo Mindelense, Daniel de Jesus, um dos elementos da organização, que considerou que a adesão dos sanvicentinos à iniciativa, domingo, 20, ao Estádio Adérito Sena, “superou” as expectativas.
“Estamos, obviamente, satisfeitos porque a iniciativa abraçava uma causa nobre, ou seja favorecer as crianças de São Vicente, e a população aderiu de uma forma espetacular”, concretizou Daniel de Jesus.
A cada espectador que se deslocou ao estádio pediu-se que fosse portador de dois cadernos e uma esferográfica/lápis que ali seriam trocados por um bilhete numerado e, no fim, arrecadou-se “pelo menos 12 volumes” de materiais escolares.
O presidente do Mindelense explicou que ali mesmo, no estádio, o material foi entregue ao delegado do Ministério da Educação na ilha, que posteriormente fará o “devido uso” do donativo.
Quanto ao jogo, o “Europa Team” derrotou o Mindelense por 5-3, mas vale dizer que os encarnados apresentaram um misto de seniores pouco utilizados e juniores, já que a equipa principal ainda se encontrava na ilha de Santiago à hora do jogo.
O jogo foi uma oportunidade para o espectadores verem em actuação futebolistas como de Lucas João, internacional português do Sheffield Wednesday (Inglaterra), Kadu (Varzim, Portugal) e, entre muitos outros, os internacionais cabo-verdianos Nuno Rocha, Vozinha, Mailo, Kukula, Ryan, Rambé e o ex-capitão Nando.
Fruto de um sorteio a partir dos bilhetes numerados, alguns espectadores ainda levaram para casa camisolas autografadas de Rolando (Marselha, França), Hulk (Zénite, Rússia), Fernando (Manchester City) e Ryan Mendes, entre outras, as botas de Jackson Martinez, (ex-FC Porto, Portugal) e as luvas do guarda-redes Hélton (FC Porto, de Portugal).
Fonte: Inforpress