O Grémio Sportivo Castilho, uma das mais antigas agremiações desportivas de São Vicente, ascendeu esta época à 1ª divisão, “lugar de direito do clube”, segundo o treinador Gildo de Jesus, e “para ficar” por muitos anos.



O clube azul do Mindelo foi fundado a 18 de Fevereiro de 1923 por um grupo de estudantes liceais, com destaque para Aguinaldo Fonseca (seu primeiro presidente), António Costa, Sátiro Ferreira, António Freitas e Augusto Faria, com o objectivo de promover, entre outras actividades, as modalidades de futebol, ténis, cricket, atletismo e basquetebol, entre outras.

A uma jornada para o fim do campeonato da 2ª divisão, o Castilho fez a festa da subida semana passada, mas hoje concluiu os jogos do respectivo calendário com o saldo de 18 pontos em 10 jogos, frutos de cinco vitórias, três empates e duas derrotas, 15 golos marcados e cinco sofridos.

Segundo o treinado Gildo de Jesus, “não foi fácil” alcançar o primeiro lugar, num campeonato da 2ª divisão “bastante competitivo”.

“Trabalhamos com uma equipa formada por jovens futebolistas, vamos ver se conseguimos manter a equipa na próxima época”, reforçou o jovem treinador, que espera o reforço do apoio da direcção do clube na 1ª divisão.

“O Castilho não consegue e nem quer entrar na dança de pagar os jogadores, não vamos iludir ninguém, e tudo faremos com as nossas condições para ficar por muitos anos na 1ª divisão”, sintetizou o treinador do Castilho.

O popular clube do Mindelo, no seu palmarés, conta um título de campeão de Cabo Verde, na época 1972/1973, quando derrotou, na final, o Vitória Clube da Praia por 1-0.

Na temporada seguinte (1973/1974), revalidou o título na ilha de São Vicente, regressou à final do campeonato de Cabo Verde, mas desta vez perdeu o título para o Sporting Clube da Praia por 1-2.

Mais tarde, nos anos 90, voltaria a conquistar outros troféus, entre eles a Taça Amizade Cabo Verde/Holanda (1993), a Taça Município do Porto Novo (1994) e a Taça “Os Azuis de Cabo Verde (1995).

fonte: Inforpress