O dirigente César Augusto Lima confirmou hoje à Inforpress, no Mindelo, que é candidato a presidente da direcção da Associação de Futebol de São Vicente, entidade que “tem urgência” em realizar eleições antes do dia 30 de Setembro.


“A pedido dos clubes, vou-me candidatar, já tinha ventilado essa possibilidade, mas como sou dirigente do Batuque e o presidente encontrava-se ausente, falei com ele agora, deu por bem, e vou avançar”, lançou Tchey, como é também conhecido no meio desportivo, à Inforpress.
O candidato informou que se reuniu com alguns clubes da 1ª divisão, na noite de quinta-feira, e foi aí que anunciou a sua intenção de liderar uma listas aos órgãos da Associação de Futebol de São Vicente.
Empenhado na constituição da lista e do programa de mandato, César Augusto Lima deu conta ainda da “necessidade/urgência” em se legitimar a nova associação, uma vez que o futebol em São Vicente é, neste momento, dirigido por uma Comissão de Gestão.
“O objectivo é fazer a eleição o mais rapidamente possível. Temos no máximo 20 dias para constituir a lista e fazer as eleições, que deverão ser convocadas por uma comissão ad-hoc, a qual deve ainda presidir à assembleia electiva”, observou a mesma fonte, para quem “é possível” fazer a eleição antes do dia 30 de Setembro, data da realização das eleições na Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF).
“Vem aí a eleição na FCF no dia 30 de Setembro e a nova associação tem que estar legitimado até aquela data”, concretizou a mesma fonte, uma forma de “evitar” o que sucedeu na recente assembleia extraordinária que destituiu a equipa de Victor Osório, em que São Vicente “nem sequer teve assento” na Comissão de Gestão que passou a gerir a FCF, depois do dia 19.
Sem querer levantar o véu sobre o programa que tenciona apresentar aos clubes, César Lima avançou à Inforpress que fará uma “aposta decisiva” na formação, com competições nos escalões sub-13, sub-15. sub-17 e sub-19, para além do futebol sénior masculino e feminino.
Licenciado em Relações Internacionais, César Augusto Lima foi praticante de futebol e, como dirigente, esteve sete anos nos órgãos da Associação de Futebol de São Vicente, primeiro com a direcção de Gerson Melo, em que desempenhou o cargo de presidente da assembleia-geral, e depois com Daniel de Jesus, de que foi vice-presidente.
Actualmente é dirigente do Batuque Futebol Clube e tem assento na Comissão de Gestão que gere neste momento o futebol na ilha de São Vicente.
inforpress