Latch, classifica de normal a saída de alguns jogadores do Mindelense para outros emblemas.



Para o ala encarnado, natural da ilha do Sal, o clube tem jogadores que podem colmatar a ausência de todos os que saíram. Latch falou com o criolosports na sequência da nossa pergunta, se ele ficaria ou não no Mindelense.

As últimas saídas do clube tri campeão nacional tem ampliado ainda mais a questão. O que se passa no Mindelense?
Depois da conquista do Tri, o Mindelense perdeu Duquinha, Dorivaldo, Victor, Gaussou, Xibaca e agora Tata, o melhor marcador do Inter Ilhas Sal 2015.

Embora o custo do tri campeonato, ser confidencial, o clube encarnado parece que pagou caro a fatura do investimento feito. Para o antigo presidente o problema é devido a nova política para o clube. Mas o défice Mindelense é grande e pode estar por trás do fraco investimento dos leões da rua da praia para a nova temporada.

Por exemplo, o Mindelense foi a primeira equipa a confirmar a presença na Taça dos Campeões, by Unitel T+, mas acabou por desistir, supostamente por dificuldades financeiras.

Jogadores dizem que a redução do salário em 30% está na base da fuga para outros clubes e as mudanças acontecem para equipas fora de São Vicente. Santa Maria no Sal, mas sobretudo na Praia. Sporting e Boavista foram beber e muito ao plantel tri campeão.

Voltando ao nosso craque, rumores dizem que Latch poderá tentar nova sorte na Noruega, pais onde tentou a sorte em Fevereiro deste ano, mas que acabou por não se concretizar.

Victor Hugo Fortes