A localidade do Madeiralzinho apresentou hoje, oficialmente, a sua escola de iniciação ao futebol, designada Associação Escola de Iniciação e Formação Desportiva Domings Bomber, que tem como desafio solicitar à câmara a gestão do campo da zona.


À Inforpress, o fundador Domingos Gomes, bombeiro de profissão, e que há mais de 20 anos se encontr ligado ao dirigismo desportivo, considerou que, se conseguir a gestão do campo da futebol do Madeiralzinho, junto da autarquia, proprietária da infra-estrutura, o próximo passo será a sua iluminação artificial.
“Se conseguirmos junto da câmara a gestão do campo, temos amigos e parceiros que nos vão ajudar na iluminação artificial do campo”, lançou Domings Bomber, como é também conhecido, uma forma, concretizou, de alargar as horas de utilização do campo de futebol.
A escola funciona há cerca de um ano, treina aos sábados e domingos com os escalões sub-08, sub-10, sub-12, sub-15 e futebol feminino, reunindo perto de oito dezenas de crianças e adolescentes e quatro monitores/treinadores.
O presidente alerta, no entanto, aos jovens futebolistas que a direcção, composta por 11 pessoas, vai estar atenta ao seu rendimento escolar, a partir de uma base de dados a ser criada e com visitas uma vez por mês às escolas, para se aperceber do aproveitamento dos mesmo no ensino formal.
“Queremos formar atletas de corpo inteiro, daí priorizarmos o acompanhamento dos jovens no ensino formal”, concretizou Domingos Gomes.
Para além de jogos entre os diversos escalões e com equipas convidadas de outras zonas de São Vicente, este dia de apresentação ficará ainda marcada por uma tarde cultural e de confraternização e inauguração da sede, numa das dependências da residência de Domingos Gomes, no Madeiralzinho.
A Escola de Iniciação e Formação Desportiva Domingos Bomber foi oficializada a 27 de Setembro de 2017 e o registo publicado na II Série do Boletim Oficial nº50 na mesma data.
Inforpress